Blog

O que é o treino de marcha motora?

fotoblog

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Sabrina Debiasi | 08, outubro

   Primeiramente, para compreender o que é este treino, afinal, o que é a marcha? A marcha é uma tarefa motora bastante complexa caracterizada por um conjunto de movimentos que resultam no deslocamento do corpo. Para pessoas que sofreram alguma lesão neurológica (como lesão medular ou acidente vascular cerebral), recuperar a capacidade de executar a marcha é um dos principais objetivos dos tratamentos. 

   Desta forma, o treino de marcha é uma estratégia adotada por fisioterapeutas que visa ajudar o paciente a manter-se em equilíbrio e desenvolver uma marcha de forma mais independente possível. O tratamento pode utilizar de técnicas como o uso de obstáculos, equipamentos como esteiras e escadas ou até mesmo atividades mais lúdicas. 

Suspensão de peso e o uso de esteiras

Alguns estudos mostram que quando o treino de marcha motora é realizado com esteiras elétricas as conexões neurais são favorecidas pelos estímulos sensoriais com a repetição dos movimentos. Estes estímulos dificilmente seriam alcançados de forma espontânea pelos pacientes, assim, o uso de um equipamento como a Esteira Neurofuncional da i9 Consultoria facilita e acelera o tratamento dos pacientes. 

Além disso, a suspensão parcial do peso é um avanço na técnica do treino de marcha e é uma grande mudança no conceito da reabilitação, seguida de bons resultados como: 

 

  • Melhora no desempenho fisiológico ao esforço do treinamento;
  • Maior controle do tronco;
  • Melhoria na velocidade e comprimento dos passos;
  • Desenvolvimento mais assertivo do equilíbrio;

 

  O treino de marcha motora é essencial para o tratamento dos pacientes que sofreram lesões neurológicas e os benefícios de se utilizar técnicas mais avançadas, como a suspensão parcial de peso em conjunto com esteiras elétricas específicas e adequadas para a fisioterapia, vão além do que foi citado, caso tenha ficado alguma dúvida consulte também algumas das fontes utilizadas para o texto, citadas abaixo:

Ficou com alguma dúvida?