Blog

Motores Elétricos: tipos mais comuns do mercado

Products (1)

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Igor Neves | 27, setembro

Os motores elétricos se mostraram indispensáveis no meio industrial desde o início do século XX, passando a partir daí, por uma evolução exponencial. As vantagens que essa tecnologia traz em comparação a outros tipos de motores faz com que ela ganhe cada vez mais espaço, estando presente, hoje, no cotidiano de todos.

Temos no mercado atualmente, opções que atendem às mais diferentes necessidades, com características e aplicações diversas. Para isso, há diferentes tipos de motores elétricos disponíveis, e alguns deles são:

 

Motores de corrente alternada:

Os motores de corrente alternada, comumente  chamados de motores AC, são aqueles alimentados, como o nome já diz, por uma fonte de corrente alternada, como por exemplo a rede elétrica. Estes motores operam a velocidade constante, sendo ideais para aplicações que requeiram movimento constante e pouca precisão.

 

Motores AC trifásicos:

Motores elétricos de corrente alternada trifásicos são os conhecidos motores de indução. O funcionamento desse tipo de motor elétrico se dá através da criação, por indução, de um campo magnético rotativo. 

Este tipo de motor é amplamente utilizado no meio industrial, por possuir características que o conferem grande vida útil, necessidade de manutenção reduzida e um baixo consumo de energia por conta do sistema de arranque relativamente simples. Ainda, pode-se classificar em duas classes distintas esse tipo de motor elétrico:

 

Motores AC síncronos e assíncronos:

Um ponto relevante sobre os motores AC síncronos está relacionado com a sua velocidade de operação. Eles apresentam maior potência a uma mesma velocidade, quando comparados aos assíncronos. Já os motores AC assíncronos, que possuem uma leve diferença entre a velocidade do rotor e do campo do estator, tendem a operar a uma velocidade mais alta. Por consequência, apresentam menor torque de saída quando comparados aos motores síncronos. 

 

Motores AC monofásicos:

Utilizados amplamente para fins domésticos, os motores elétricos monofásicos não necessitam de instalação elétrica específica. Ainda, por terem uma construção simples, apresentam custo de aquisição e manutenção reduzido, o que faz com que sejam a opção ideal para a maioria dos casos em que não se necessita de alta potência. Porém, diferente dos motores elétricos trifásicos, estes necessitam da utilização de um capacitor para dar a partida, e por isso, apresentam maior consumo de energia elétrica.

 

Motores de corrente contínua:

Falando agora sobre os motores elétricos de corrente contínua, ou motores DC. Estes, são alimentados por uma fonte de corrente contínua, como por exemplo baterias e células solares. Podemos citar diversas vantagens para um motor elétrico DC, como precisão e velocidade elevadas, baixo consumo de energia elétrica e principalmente, pela possibilidade de alterar sua velocidade com a simples variação de tensão. Ainda, podemos classificá-los de acordo com a ligação entre o indutor e os enrolamentos.

 

Motores DC paralelo e série:

Quando o requisito é a precisão na variação da velocidade, opta-se pelos motores DC com ligação em paralelo, utilizados para fins que não requerem grande tração. Já os motores DC com ligação em série, apresentam rápida aceleração e principalmente alto torque,  por conta dessas características, utilizados em aplicações que requeiram tração elevada. 

 

Quer saber um pouco mais sobre a aplicação dos motores elétricos? A i9 Consultoria utiliza essa tecnologia em produtos como a Boleadora de massas, Esteira Neurofuncional e diversos outros maquinários.

Entre em contato e vamos te mostrar como você pode utilizá-los no seu negócio!

Ficou com alguma dúvida?