Blog

Liderando equipes em tempos de crise, confira 4 dicas!

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Ainda há pouco vivenciamos o início de uma nova época para a humanidade. Com a atual pandemia de Coronavírus e seus efeitos em escala global, as dinâmicas da sociedade se alteraram profundamente, causando um considerável aumento no uso de redes sociais em geral. Destacando-se o uso da Internet e toda gama disponível de ferramentas para migrar, ao mínimo temporariamente, o ambiente de trabalho físico ao virtual. Nesse contexto, decidimos trazer algumas dicas para ajudar você e seu negócio a superar um dos grandes desafios atuais das empresas: liderar e motivar equipes neste novo meio de trabalho.

 

     1. Metas Desafiadoras

 

O profissional atual está sempre em busca de novos desafios, perseguindo metas ousadas e entregando muita qualidade em seu serviço. Assim, destacamos a importância em traçar metas condizentes com a empresa, desafiando a equipe a realmente se dedicar por um marco difícil de ser alcançado.

Ao mesmo tempo, metas realistas, impedindo a desmotivação da equipe por imaginar que os objetivos definidos não são tangíveis. Para tanto, é essencial que o planejamento dos objetivos seja feito em conjunto com a equipe que estará trabalhando pelos resultados, com abertura para que os colaboradores exponham suas opiniões, crenças e receios, de forma que o plano geral seja aceito por todos e a luta pelas metas seja, de fato, comprada.

 

    2. Relacionamento de Confiança

 

Como se gerenciar times já não fosse um desafio grande, agora tornou-se ainda mais complexo sendo feito à distância. Para se ter sucesso nesta missão, um dos principais pontos a serem trabalhados é a confiança, seja do líder para os colaboradores, colaborador para líder ou ainda entre os próprios colaboradores.

A partir do momento em que cada membro tem consciência da própria importância para empresa e para os resultados do time, a pessoa acaba por assumir a responsabilidade e tende a entregar muita qualidade em seu serviço, ao mesmo tempo, este profissional também confia que o resto da equipe tem noção do seu compromisso e estará fazendo sua parte.

Além da equipe em si, também é fundamental que o líder tenha confiança nas pessoas, não sendo uma figura hierárquica a quem os inferiores responderiam, mas sim um alicerce para os demais membros e exemplo de comportamento. Dessa maneira, o líder conquista a liberdade para delegar tarefas, cobrar resultados e entregar o suporte necessário a todos para dar tração ao time.

Por fim, esse ambiente de confiança e colaboração coletiva promove melhor engajamento do time, tornando comum a troca de ideias e percepções, facilitando também a tomada de decisões, definição de estratégias e resolução de problemas.

 

    3. Canais de Comunicação Eficientes

 

Apesar de já estarmos habituados aos aparelhos eletrônicos e ao contato pelas redes sociais, é muito importante estabelecer canais de comunicação próprios ao meio de trabalho e ter uma rotina de contato entre o time, tanto para manter o engajamento, quanto para promover um bom fluxo de informações entre os membros. Basicamente, a dinâmica da comunicação nos meios físico e virtual é a mesma, a diferença está no modo como será feita e nas ferramentas que serão utilizadas.

Para se obter essa comunicação efetiva, basta entendermos como ela ocorre, por exemplo, no escritório e tentar reproduzi-la online. Durante maior parte do tempo, as pessoas estão focadas no trabalho, mas sempre ocorrem conversas informais ao longo do dia, assim, para não se perder esse contato rotineiro, estabeleça uma plataforma de fácil uso, em que o time esteja sempre conectado e com fácil alcance ao próximo. 

Para reuniões semanais ou mais importantes, que exijam um certo rendimento da equipe, é interessante então utilizar uma plataforma de videoconferência, em que é possível compartilhar apresentações de slides e conteúdos e as pessoas podem se ver e discutir, tornando o momento mais sério, como uma reunião tradicional.

 

    4. Saúde Mental e Física

 

Como já sabemos, o atual momento afetou diretamente o cotidiano das pessoas, atividades físicas ficaram limitadas, locais como academias e clubes, a caminhada ao trabalho ou percurso de bicicleta foram deixados para trás, ao menos temporariamente. Além disso, os relacionamentos interpessoais também foram prejudicados, trazendo momentos mais solitários e introspectivos.

Esses e diversos outros pontos têm impacto sobre a saúde física e emocional dos profissionais, portanto, é essencial que o gestor da equipe esteja empenhado em acompanhar também a saúde dos colaboradores, tentando entender quais são as dificuldades que vêm enfrentando fora do ambiente de trabalho e como ajudar a superá-las.

Aconselhar rotinas de exercícios, manter pontos de contato entre a equipe para mantê-la feliz e engajada, compreender a situação de cada profissional em casa e trazer recomendações sobre como conciliar trabalho, família, saúde e os demais pontos que venham a surgir. Com essas medidas, além de receber acompanhamento e apoio para ter uma boa rotina e ambiente de trabalho a Home Office, o colaborador se sentirá valorizado, estando mais motivado a correr atrás dos próprios resultados.

 

Aqui na i9 também nos adaptamos ao modelo de trabalho online. Esperamos que nossas dicas ajudem você e seu time a alcançarem resultados ainda maiores!

Para mais dicas como essa, continue nos acompanhando!

 

 

Ficou com alguma dúvida?