Blog

8 dicas para ajudar sua indústria atravessar a crise do Coronavírus

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Desde dezembro de 2019 acompanhamos a evolução do novo Coronavírus no mundo inteiro. Com seu epicentro na China, o novo vírus se espalhou e já chegou no Brasil. A i9 tem visto essa situação e se adaptado, todos nós estamos trabalhando em home office e tomando todas as medidas necessárias para se prevenir do Covid-19.

 

Decidimos listar algumas dicas para como você deve guiar a sua empresa diante dessa crise. Acreditamos que seja um momento crítico para grande parte do mercado brasileiro, por isso, confira como lidar com esse cenário mundial:

 

Reforçar a higiene 

No ambiente industrial, é importante pensar na higiene. Se na sua empresa, os funcionários ainda não foram dispensados, pense nas estratégias de higiene para manter a segurança dos colaboradores!

 

Algumas medidas importantes são:

  • Limpar os ambientes com mais frequência;
  • Deixar o ambiente de trabalho com álcool gel disponível para todos os colaboradores;
  • Dispensar colaboradores que estiverem com sintomas;
  • Encorajar colaboradores a lavarem as mãos com mais frequência;
  • Incentivar colaboradores a limparem suas mesas e objetos de trabalho diariamente.

 

Essas são apenas algumas das medidas que você pode implantar no seu negócio. E já serão eficientes no combate a nova doença.

 

Planejamento

Preparar um plano de emergência é uma das medidas mais importantes para seu negócio atualmente.

 

Este plano deve conter medidas de proteção para seus empregados e negócio antes de ser atingido diretamente pela crise, bem como os passos que devem ser seguidos caso ocorra um surto dentro de sua empresa, por exemplo.

 

Contemple informações como: medidas de proteção para os empregados; plano de ação frente à ocorrência de surto da doença na região; estabelecer meios de comunicação virtuais eficientes; processos de produção e vendas.

 

Um exemplo são as montadoras de automóveis, que concederam férias coletivas a seus funcionários, visando a analisar a situação econômica do país, uma vez que a diminuição do tráfego urbano pode afetar significativamente o mercado automotivo.

Preocupe-se com seu empregado

Preocupar-se com o bem estar do seu empregado é uma medida muito importante, um trabalhador que não se sente parte do time, nem feliz com a atividade que desenvolve, certamente apresenta baixa produtividade. Por outro lado, aquele que se sente contente com todos os aspectos estará desempenhando muito melhor. 

 

Nesse contexto, algumas empresas já vinham se conscientizando sobre o vírus e mandando seus empregados para trabalhar de casa, de forma que estes estariam junto de suas famílias, livres de possíveis preocupações. Outras companhias enviaram equipamentos de proteção, sabonetes e gel para seus empregados, demonstrando preocupação e empatia.

 

Tendo em vista que sem trabalhadores na indústria/empresa, processos produtivos ficam fora de alcance, portanto uma alternativa é focar os esforços na área administrativa do seu negócio.

Homeoffice

A necessidade de se trabalhar de casa vem aumentando, mas com a perda do contato informal e pessoal, é preciso encontrar novas maneiras de se manter conectado.

 

Nesse contexto, entender o que motiva ou desmotiva os empregados e os seus estilos de trabalho é essencial para formar um time forte e possibilitar que todos estejam bem alinhados para trabalhar remotamente. 

 

Assim, manter um certo contato pessoal para saber como cada um está desempenhando, promover chamadas em grupo e canais de comunicação e estar pensando em maneiras de manter o time motivado são ações fundamentais para garantir do trabalho remoto.

 

No contexto industrial, é importante que a parte administrativa se mantenha em trabalho, possibilitando à empresa voltar com planos de ação claros no que diz respeito à otimização de processos e redução de custos. 

 

Para isso é interessante que todos os processos cruciais da sua linha de produção sejam destrinchados e discutidos. 

 

O que você deve tirar disso são planos de ação direcionados para etapas específicas, desde orientar os funcionários até automatizar processos com implementação de maquinários.

Seja flexível, adapte-se

Proporcionalmente à velocidade em que o novo vírus se espalhou pelo mundo, mudam também os cenários de cada país. 

 

Nesse contexto, manter-se atualizado sobre a situação de mercado e adotar estratégias rápidas e simples, sem cair na inércia, é uma ótima maneira de acompanhar esse ritmo acelerado de mudanças. 

 

Tendo isso em mente, é essencial entender a dor do seu cliente. O que ele realmente precisa agora e se adaptar à sua demanda! Criar novos produtos e estar sempre em contato com o cliente é fundamental para que sua empresa retome o fôlego, ou agora, ou ao fim da crise.

Seja inovador 

O mercado está turbulento, alguns setores disparam em vendas, enquanto outros afundam cada vez mais. 

 

Se a sua empresa não está sentindo tanto a atual situação, uma estratégia são as doações. Um exemplo é a General Eletric, que realizou uma doação de monitores e equipamentos de ultrassom para os hospitais em Wuhan. 

 

É importante enxergar a técnica de branding dessa empresa com a doação. Agora, o nome dessa empresa será divulgado nas mídias e com isso vai conquistar mais ainda seu público. 

 

Assim, esteja atento a possíveis clientes que emerjam de setores antes não explorados, bem como a estratégias inteligentes que possam ser adotadas pela sua empresa, tirando o lado positivo do cenário atual.

 

Suporte do governo

Diante da crise, o governo brasileiro adotou algumas medidas para tentar diminuir o efeito da crise na economia. Além de injetar quase 150 bilhões em 3 meses, o governo também prevê adiar as contas de empresas.

 

Com essas ações, a situação para negócios que estão sofrendo mais com o cenário atual fica um pouco mais estabilizado.

 

E para os microempresários, o Governo Federal vai liberar cerca de 5 bilhões de crédito. Esse dinheiro vem do Fundo de Amparo ao Trabalhador, e também auxilia na gestão dessa crise. 

 

Aguarde por mudanças

Aproveite esse momento para tirar novos aprendizados. Pergunte-se como a atual crise irá afetar o futuro do empreendedorismo e comece a pensar em como ajustar sua própria empresa. 

 

Com a situação provocada pelo Covid-19, surgirão novos problemas, que podem se tornar novos negócios e oportunidades, o mais importante para entender essas necessidades é estar em contato constante com seus clientes, entendendo o que de fato eles precisam nesse momento. 

 

Além disso, companhias irão cair e abrir espaço para outros negócios, bons investidores estarão atentos a esse fato e procurando por ideias e pessoas. 

 

Assim, logo que a parte mais turbulenta da crise que vivenciamos passar, é interessante entender as mudanças provocadas por ela e quais ensinamentos podem ser levados dessa situação.

O quê nos aguarda?

O futuro nos guarda uma situação que ninguém consegue prever atualmente. Agora é hora de se preparar para enfrentar a atual crise, resgatando o melhor de nossas empresas e indústrias para enfrentar os desafios que surgirão e re-emergir mais fortes do que antes, preparados para atuar em uma nova realidade.

Ficou com alguma dúvida?